sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Sítio do IV Encontro de Educação de Jovens e Adultos EJA em Movimento já em funcionamento

Este ano, o IV Encontro de Educação de Jovens e Adultos EJA em  Movimento está abrigado em um sítio específico para o evento. Mais dinâmico e com a possibilidade de se fazer inscrições e submissão de trabalhos diretamente, além de já trazer toda a programação provisória.
Na medida em que a programação for sendo definida (relatos de experiências e oficinas selecionadas) o sítio será atualizado.
O link de acesso é: https://ejaemmovimento.wixsite.com/ivencontro2018

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

EJA em Movimento discute iniciativa de conhecimento de perfil dos(as) estudantes da EJA desenvolvido pela Coordenação de EJA de São Gonçalo

Ontem, dia 17, tivemos mais um encontro do nosso grupo EJA em Movimento, ocasião em que avançamos na discussão sobre o processo de levantamento do perfil dos estudantes da rede pública municipal de São Gonçalo do Amarante, apresentado pela profa. Verônica e os demais colegas da coordenação de EJA daquele município.
Na oportunidade, discutiu-se questões apontadas pelas respostas dadas pelos estudantes entrevistados, entre elas: (a) a importância de se perceber a modalidade como um espaço de diversificação de oportunidades, dada a diversidade de projetos de vida que a procura; (b) a forte presença das mídias virtuais e redes sociais, ao lado da televisão, como canais que ofertam referências às/aos estudantes da EJA, o que implica a necessária aproximação dos professores com essas dinâmicas, a fim de estreitar laços, pautar questões relacionadas aos conteúdos e tipos de uso desses canais, bem como a forma como eles organizam/pautam nosso cotidiano, na medida em que ocupam parte significativa do tempo livre do estudantado da EJA; e (c) a oferta de ensino médio e de cursos profissionalizantes, como demandas postas por um conjunto significativo dos entrevistados.
A iniciativa dos colegas de São Gonçalo foi ressaltada como fundamental para o início de um processo mais amplo de estruturação de uma formação continuada para os professores do município, de reorganização curricular e de uma política pública específica para a EJA no município. Em breve divulgaremos aqui o link que permitirá o acesso à apresentação realizada na reunião.
Depois, tivemos a exposição, pelos colegas Miriã, Rejane e Manuel (Ceará Mirim), acerca da troca de experiências que eles tiveram com outros militantes da EJA, por ocasião da participação no EREJA (Encontro Regional de Educação de Jovens e Adultos) ocorrido recentemente em Salvador-BA. Os colegas relataram as atividades desenvolvidas no evento, as discussões em torno da realidade, os desafios e as perspectivas para a EJA no Nordeste e no Brasil no atual momento histórico. Segundo os colegas, será buscado junto à coordenação do Fórum Potiguar de EJA a realização de uma reunião para a socialização mais ampla dessas informações e a definição de ações para o fortalecimento do FPEJA. A apresentação do pessoal que foi ao EREJA pode ser conferida no link: https://1drv.ms/b/s!AqVpC3geBMQUgs1X_tLEHCdcH_Tn7w
Ao final, foi apresentado o sítio do IV Encontro de Educação de Jovens e Adultos EJA em Movimento, que de 28 a 30 de novembro, pelo prof. Alessandro, o qual deu algumas orientações aos presentes de como interagir com o sítio e sobre algumas decisões que precisam ainda ser tomadas para a plena realização do evento.
Como novidades, neste ano, teremos a confecção de uma Carta contendo as preocupação dos participantes do IV Encontro a ser entregue à equipe do novo governo estadual a ser eleito nas próximas eleições. O documento está sendo confeccionado, será divulgado pelas redes sociais para a recolha de assinaturas e será exposto no evento.
Ainda ficou combinado que as colegas Miriã (Ceará Mirim) e Domingas (Nísia Floresta) pensarão uma exposição sobre as atividades de EJA dos municípios, que ficará às vistas de todos durante os três dias de evento.

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Forum Potiguar de EJA realiza Encontro Estadual preparatório para o EREJA Nordeste

Neste último dia 15 de agosto o auditório do Centro de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte foi o espaço acolhedor dos participantes do Encontro Estadual de EJA do RN, promovido pelo Fórum Potiguar de EJA, que teve como tema "A EJA como espaço de resistência e confirmação de direitos: desafios e lutas no atual cenário político brasileiro", mesmo tema do XV Encontro Regional de EJA Nordeste, que acontecerá entre os dias 30 de agosto e 1o. de setembro, em Salvador-BA.
A abertura dos trabalhos foi feita pela coordenadora do FPEJA profa. Deyse Karla de Oliveira Martins, juntamente com a Profa. Dra. Rita Diana G. de Freitas (Coordenadora ajunta do FPEJA), as quais abordaram a importância e a urgência de se trabalhar a temática do Encontro. Coube ao Prof. Alessandro Augusto Azevedo uma exposição acerca do atual momento de luta pela afirmação política da EJA como espaço de resistência ao movimento de retirada de direitos que se inicia mais fortemente após o golpe de 2016, apontando uma pauta de lutas que está posta aos que estão imersos no cotidiano da modalidade.
Eem seguida os participantes se dividiram em grupos de trabalho (GT 1 - Políticas públicas na EJA; GT 2 – EJA no sistema Prisional; GT 3 - O Trabalho e a tecnologia na EJA e GT 4 – Direito de Aprendizagem na EJA). Em cada grupo, um relator e um coordenador conduziram a leitura e discussão de um texto-base, bem como a sistematização de sugestões apresentadas em cada grupo. No final da tarde, todos os participantes retornaram dos grupos para a plenária geral para apresentação/socialização das discussões havidas em cada grupo.
No GT 1 (Políticas públicas na EJA) emergiram como proposições: o fortalecimento das políticas públicas para inclusão de jovens e adultos nas escolas; a ampliação da oferta, considerando-se que há uma demanda de sujeitos entre os 15 e 17 anos que não concluíram o Ensino Fundamental, não estão trabalhando e encontram-se fora da escola; promoção de formação inicial e continuada de professores para atuação na EJA; e construção de um currículo diferenciado e contextualizado voltado para as necessidade da Educação de Jovens e adultos.
No GT 2 (EJA no Sistema Prisional), discutiu-se: a necessidade de se ampliar a oferta de ensino para pessoas privadas de liberdade no sistema socioeducativo e no sistema prisional; a formação inicial e continuada de professores para atuação em sistemas de atendimento às pessoas privadas de liberdade; e o currículo mais flexível, nos formatos presencial, semi-presencial e EAD.
O GT 3 ( O Trabalho e a tecnologia na EJA) apresentou como proposições: a formação de professores voltada para uso das novas tecnologias; a importância de se utilizar o celular  e/ou computador com internet como ferramentas de pesquisa e acesso ao conhecimento, tornando as aulas mais dinâmicas; e a socialização de links, aplicativos e outras ferramentas que podem dar suporte às aulas na EJA.
O GT 4 (Direito de Aprendizagem na EJA) trouxe à plenária a importância da prática docente estar mais voltada às especificidades da modalidade; a garantia do acesso aos estudantes com 15 anos ou mais, através de um currículo contextualizado, multicultural, organizado segundo propostas educativas que considerem as diferenças culturais, sociais, linguísticas, econômicas, étnicas, de gênero, entre outras, bem como observem as diferentes dimensões, relações de valores da formação humana, tais como: o cognitivo, o afetivo, o emocional, o conhecimento científico, social, político e cultural.
Após a socialização das proposições dos GT foi realizada a escolha dos 10 delegados que representarão o RN no XV EREJA. Além dos 10 delegados, foram indicados, ainda, 8 suplentes que aguardam confirmação da coordenação do XV EREJA NE quanto à possibilidade de participação deles. Para os delegados está confirmada a garantia de hospedagem e alimentação.
Os delegados escolhidos foram:
1 Manoel de Oliveira Fernandes                      CEARÁ-MIRIM
2 Marta Creuza da C. Oliveira                               CAICÓ
3 Janmille Roberta Marques de Oliveira               NÍSIA FLORESTA
4 Maria Rejane de Almeida da Oliveira               CEARÁ MIRIM
5 Raimunda Nadja da Costa Dantas                       NATAL
6 Miriã de Morais Melo Gomes                      CEARÁ-MIRIM
7 Arlinda Samy Viana Pereira                               CEARÁ-MIRIM
8 Antonia Marcia Ramos                                       SÃO GONÇALO DO AMARANTE
9 Maria Rosilandy Feitosa                                       SÃO GONÇALO DO AMARANTE
10 Jarlene Paiva Bezerra                                       CEARÁ-MIRIM
Para nós que fazemos o Grupo EJA em Movimento, esse encontro representou uma vitória do esforço concentrado de muitos colegas no sentido de garantir que nosso FPEJA pudesse ter representantes no EREJA. Em pouco mais de dez dias de divulgação, foram realizadas 75 inscrições e no dia do Encontro tivemos a presença de 47 pessoas.
Esperamos que os colegas que irão para o EREJA participem intensamente e, após o retorno, socializem os debates havidos de modo que possamos ampliar a luta na defesa da EJA, reestruturando o FPEJA e dando-lhe a musculatura necessária para que retome seu papel e sua condição de protagonista na promoção da modalidade EJA e defesa do direito à educação para o público que a procura.

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Fórum Potiguar de EJA delibera por realização de Encontro Estadual próximo dia 15 de agosto, preparatório para o XV EREJA

Em reunião realizada sexta passada, dia 3, no auditório do bloco de aulas do Centro de Educação da UFRN, o Fórum Potiguar de EJA decidiu realizar o Encontro Estadual de EJA, preparatório para o XV Encontro Regional de EJA - Nordeste, que acontecerá na Faculdade de Educação da UFBA, em Salvador-BA, entre os dias 31 de agosto e 1o. de setembro próximos.
O evento daqui do Rio Grande do Norte terá como tema "A EJA como espaço de afirmação de direitos: desafios e lutas no atual cenário político educacional brasileiro", o mesmo do EREJA.
A programação inicialmente pensada está assim prevista:
13h, abertura.
13h30min, palestra de abertura proferida pelo professor Alessandro Augusto de Azevêdo (UFRN) em torno do tema.
14h30min às 16h, discussão em Grupos de Trabalhos (GT).
16h às 16h40min, socialização das discussões dos GT.
17h, escolhas dos Delegados(as) que representarão o RN no EREJA.
18h, encerramento.
As inscrições podem ser feitas através do link: https://goo.gl/forms/JcTA5LMbDShEN8FF3
É importante lembrar que o EREJA está sendo realizado a partir do envolvimento voluntário e militante de várias pessoas, sem apoio oficial, o que significa que não há financiamento para hospedagem, alimentação e translado dos participantes.
Cada Estado poderá levar para o EREJA até 10 delegados(as), os quais devem ser inscritos até o dia 15 de agosto, conforme o cronograma abaixo:
1. As inscrições dar-se-ão no período de 10 a 15 de agosto
2. Solicitação de vagas remanescentes de 16 e 17 de agosto
3. Inscrições das vagas remanescentes de 18 e 19 de agosto
4. A distribuição de vagas remanescentes será igualitária para o Fórum solicitante
Para nós que fazemos o grupo EJA em Movimento, é muito importante todo esse processo de articulação e movimentação em defesa da modalidade EJA face ao atual cenário de ataque a direitos que encontra nos próprios poderes públicos defensores e executores. Para se contrapor a isso será preciso fortalecer espaços (como o FPEJA) e criar outros que possam, de maneira ágil e combativa, fazer frente às medidas que promovem a marginalização da modalidade EJA.
O Encontro Estadual de EJA chamado pelo FPEJA pode ser um momento para isso aqui no Rio Grande do Norte.

LOCAL DO EREJA NORDESTE:
FACULDADE DE EDUCAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAAL DA BAHIA- FACED/UFBA
Endereço: Avenida Reitor Miguel Calmon s/n- campus Canela- 40.110 100

domingo, 29 de julho de 2018

Fórum Potiguar de EJA se reunirá para discutir EREJA 2018

Próximo dia 3 de agosto, às 16h, no auditório do bloco de aulas do Centro de Educação da UFRN, o Fórum Potiguar de Educação de Jovens e Adultos (FPEJA) fará uma reunião a fim de discutir o processo de participação da militância da EJA de nosso Estado no XV Encontro Regional de Educação de Jovens e Adultos - Nordeste, entre os dias 31 de agosto e 1o. de setembro próximos.
A reunião se reveste de importância porque para que se possa participar como delegado(a) para o EREJA é necessário que o FPEJA realize um encontro estadual com esse objetivo.
O EREJA é um espaço de discussão e articulação política que se realiza bianualmente no intervalo entre os ENEJAs (Encontro Nacional de Educação de Jovens e Adultos), nos quais estudantes, professsores(as), gestores(as), universidades e movimentos sociais se reúnem para construírem uma pauta e linhas de intervenção no sentido de se construir políticas para o fortalecimento da modalidade.
O tema do EREJA deste ano é "A EJA como espaço de resistência e afirmação de direitos: desafios e lutas no atual cenário político educacional brasileiro", o qual deverá nortear os debates dos Encontros Estaduais.
A comissão organizadora ainda não anunciou o local de realização do EREJA, em razão das dificuldades (naturais) de um evento que não está recebendo apoio oficial nenhum, mas muitos estados já realizaram seus respectivos encontros e tiraram delegados, comprometidos que estão em não deixar que a EJA seja destruída. Tão logo seja feita a divulgação detalhada do EREJA faremos a divulgação aqui.
Ao que tudo indica, o Encontro Estadual do Rio Grande do Norte deverá, também, discutir a renovação da coordenação do FPEJA, que se encontra necessitando de vitalidade para intervir mais concretamente em relação aos problemas que têm acossado a modalidade EJA nas redes públicas municipais e estadual.
O Projeto EJA em Movimento tem se colocado à disposição da coordenação do FPEJA para colaborar na organização e mobilização do nosso Encontro Estadual a fim de garantir que nosso Estado tenha uma boa representação nesse EREJA.

segunda-feira, 16 de julho de 2018

EJA em Movimento discute Evasão e se organiza para novo Encontro

O Grupo EJA em Movimento voltou a se reunir dia 26 de junho próximo passado, momento em que fez uma discussão sobre "A Evasão na EJA", tendo como base um texto "Evasão na EJA – histórias de abandono? Usos e táticas de praticantes na autogestão da vida", das profas. Inês Barbosa de Oliveira, da UERJ, e Maria Clara da Gama Cabral Coutinho, da Fundação Osório - RJ.
O prof. Alessandro A. de Azevêdo conduziu a discussão, e nela foi possível estabelecer aproximações entre as histórias de vida de estudantes de EJA evidenciadas no texto e outras conhecidas e compartilhadas pelos(as) 17 professores(as) presentes na reunião.
Durante a discussão foi possível se discutir que considerar as relações que os sujeitos têm com a escola, a partir de seus respectivos projetos de vida, nos fazem repensar o conceito de Evasão e nos ajudam a repensar a forma como pensamos a escolarização na modalidade EJA, trazendo para nosso debate a ideia de que a escola não deve impor seu modelo de escolarização e classificar os sujeitos a partir desse modelo, mas colocar-se como à serviço das múltiplas formas como os sujeitos interagem com a escola e com a escolarização.
O prof. Alessandro comunicou que em atividade da qual ele participou em Belo Horizonte, fez contato com colegas que atuam nos foruns de EJA do Nordeste e que esses colegas o informaram de que em Salvador, entre 30 de agosto e 1o. de setembro, acontecerá o V EREJA - Encontro Regional de Educação de Jovens e Adultos - Nordeste, e que será preciso buscarmos informações junto ao Fórum Potiguar de EJA como se organizará o processo de escolha dos delegados do Rio Grande do Norte.
O prof. Alessandro se incumbiu de fazer essa divulgação no grupo de zap do EJA em Movimento tão logo tenha informações mais concretas.
Também ficou definido que o Grupo se organizará para viabilizar nosso IV Encontro EJA em Movimento no final do ano, tendo ficado estabelecido que a Comissão Organizadora será composta pelos colegas, Alessandro Augusto de Azevêdo, Cláudio Correia de Oliveira Neto, Jamille Roberta M. de Oliveira, Maria Rejande de A. Oliveira e Leia de A. Rodrigues, além do convite que será feito à profa. Edneide Bezerra, do IFRN, que sempre tem se colocado à disposição para apoiar nossos eventos.
A próxima reunião será marcada para a segunda quinzena de agosto, com a apresentação da experiência de reorganização do trabalho pedagógico da EJA do município de Sã0 Gonçalo de Amarante.

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Foruns de EJA do Nordeste organizam V Encontro

Entre 30 de agosto e 1o. de setembro de 2018, acontecerá, em Salvador-BA, o V Encontro Regional dos Fóruns de EJA do Nordeste, cujo tema será: "A Educação de Jovens e Adultos como espaço de resistência e confirmação de direitos: desafios e lutas no atual cenário político brasileiro".
Os Fóruns de Educação de Jovens e Adultos (EJA) constituem-se como espaços de encontros e mobilização dos diferentes segmentos que atuam na sociedade civil e nos setores governamentais em defesa do direito à educação de pessoas jovens, adultas e idosas. O EREJA Nordeste (Encontro Regional de Educação de Jovens e Adultos do Nordeste) é um espaço de luta e formulação de propostas para as políticas de EJA considerando as demandas específicas dessa Região.
Esse Encontro terá a participação de delegados e delegadas de cada Fórum de cada Estado e tem como objetivo dar continuidade as propostas do EREJA anterior de assegurar os avanços das políticas de EJA, após sua inserção na LDB como modalidade da Educação Básica e sua definição como direito público e subjetivo. Além disso, objetiva analisar as perspectivas de garantia desse direito na atual conjuntura nacional condicionada por crises econômicas, políticas, sociais e educacionais, onde se identificam avanços, retrocessos, possibilidades e limites do controle social, tal como identificado no XVENEJA, acontecido em novembro de 2017.
Assim como o XV ENEJA, esse Encontro Regional do Nordeste também deverá  fazer um balanço de ações político-pedagógicas que ainda representam desafios para a EJA e buscar construir propostas de mobilização e de criação de novas possibilidades de efetivação do direito à EJA.
Nesse sentido, o EREJA será um espaço para discussões coletivas a partir de Palestras, Mesas Redondas e Rodas de Conversas, onde será possível a socialização de relatos de experiências de professores e estudantes de EJA, bem como do ensino superior, exposição de trabalhos artísticos produzidos pelos estudantes, e grupos para discussão de questões de políticas educacionais para a modalidade.
No nosso Estado, cabe ao Fórum Potiguar de EJA iniciar o processo de discussão e mobilização no sentido da escolha de 10 delegados a que tem direito enviar para esse EREJA.
Nós que fazemos parte do Grupo EJA em Movimento estamos aguardando que seja convocada uma reunião do Fórum Potiguar de EJA para que possamos avaliar como poderemos participar desse evento tão importante.

Sítio do IV Encontro de Educação de Jovens e Adultos EJA em Movimento já em funcionamento

Este ano, o IV Encontro de Educação de Jovens e Adultos EJA em  Movimento está abrigado em um sítio específico para o evento. Mais dinâmico ...