sábado, 29 de dezembro de 2018

Grupo EJA em Movimento avalia 2018

No último dia 19 de dezembro, o Grupo EJA em Movimento fez sua última reunião do ano, momento em que se avaliou o trabalho desenvolvido durante 2018, incluindo o IV Encontro de Educação de Jovens e Adultos EJA em Movimento.
Das opiniões expressas, foram ressaltados como pontos positivos: (a) as leituras e discussões de textos; (b) os encontros proporcionarem reflexões que têm implicação prática na realidade da EJA; (c) a troca de experiências entre os participantes; (d) os relatos de experiências didático-pedagógicas; e (e) a riqueza da programação do Evento.
Especificamente, em relação ao nosso evento, o baixo número de participantes em comparação com o número de inscritos (277, enquanto que nos dois anteriores tivemos, 218, ano passado, e 170, em 2016), chamou atenção e motivou o grupo a buscar investigar as razões, de modo que foi deliberado que se enviassem comunicações aos inscritos que não participaram de nenhuma atividade com perguntas que possam nos fazer ter um quadro mais nítido dos fatores que impediram a participação deles.
Em todo o caso, preponderou nas avaliações do grupo a hipótese de que o período do evento (diferentemente dos anos anteriores, quando fizemos dentro do período da CIENTEC - que este ano foi realizada em junho, no bojo das comemorações em torno dos sessenta anos da UFRN), tenha sido o principal responsável pela reduzida participação, dado que no período da CIENTEC as redes escolares têm mais propensão a liberarem os seus profissionais para participação de atividades fora do espaço escolar).
O grupo avaliou, ainda, que o período do evento (final de novembro), com atividades durante três dias seguidos, em três turnos, se tornou pouco funcional à plena participação dos professores de EJA das redes na medida em que a grande maioria estaria envolvida em atividades de final de período letivo em suas respectivas escolas. E para os que participaram, os três dias intensos de atividades ficou deveras cansativo.
De qualquer forma, foi realçado a qualidade das mesas, das oficinas e a importância das sessões de relatos de experiências, através das quais os participantes acabam tomando contato com o trabalho desenvolvido por outrxs colegas.
Ao final da reunião, como sugestões para fazermos avançar nossas atividades, o grupo apontou: (a) que se busque o envolvimento e a colaboração de outros professores do IFRN (como os colegas do campus de São Gonçalo); (b) que o grupo avance em direção à produção de pesquisa na área de EJA; (c) que nos próximos encontros anuais, se possa realizar pré-encontros em outros municípios articulados nesse fim; (d) que haja uma articulação mais efetiva com as secretarias municipais de educação, a fim de que se possa garantir uma maior participação dos professores dessas localidades; (e) que o evento do próximo ano seja de apenas dois dias, inclusive, com a participação de estudantes de EJA; (f) que o projeto seja mais divulgado junto às secretarias municipais de educação.

IV Encontro EJA em Movimento: compromisso e qualidade com a modalidade EJA

Durante três dias, o Centro de Educação da UFRN foi palco de intensas atividades tendo a modalidade EJA como centro das atenções.
O evento manteve a tradição de combinar o debate teórico, com a reflexão sobre as práticas pedagógicas e o compromisso com políticas educacionais de promoção do direito à educação escolar para jovens, adultxs e idosxs que não concluíram a educação básica.Durante as manhãs, foram ofertadas Oficinas Pedagógicas, as quais tiveram as seguintes temáticas: 1) A Pesquisa como princípio educativo: a experiência de Florianópolis-SC, conduzida pelo prof. Daniel Berger (doutorando em Educação na UFSC e membro do Fórum Catarinense de EJA) 2) O desenho como ato corporal, conduzida pela profa. Márcia Betânia Alves da Silva (Rede Pública Municipal de Educação - Natal) 3) Cultura maker – Da teoria à mão na massa!, conduzida pela profa. Syham Kafka Vitorino de Oliveira (SESC-RN) 4) Estratégias didáticas para juvenilizados da EJA, conduzida pelo Prof. Cláudio Correia de Oliveira Neto (Mestrando em História - UFRN 5) Alfabetização e Letramento na EJA, conduzida pela profa. Edneide Bezerra (IFRN) 6) O Pensamento de Paulo Freire., conduzida pela profa. Maria Aparecida Zanetti (UFPR).
Durante as tardes, os participantes tiveram a oportunidade de conversarem sobre experiências didático-pedagógicas desenvolvidas por colegas professores de EJA de várias instituições educacionais locais., além da exibição do filme "Fora de Série", produzido pelo Observatório da Juventude da Universidade Federal Fluminense, com debate em torno de seu conteúdo coordenado pela profa. Monica Sacramento, da ONG Crioula, do Rio de Janeiro. 
Tivemos, ainda, na sexta feira, dia 30 a 1a. EXPOEJAemMovimento, com a exposição de trabalhos realizados na EJA de dois municípios (Ceará Mirim e Nísia Floresta), organizada pelas respectivas coordenações da EJA.
Nas três noites de evento, tivemos um ciclo de debates, cujos emas foram: 1) Mesa Redonda: "Direito à EJA: desafios, impasses e estratégias no Rio Grande do Norte", com o prof. Domingos Sávio, secretário municipal de educação de Macaíba, representando a UNDIME (União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação); e o prof. Alessandro Augusto de Azevêdo, pela coordenação do Projeto EJA em Movimento (UFRN) 2) Palestra: "Qual Formação para professores da EJA?", com a Profa. Maria Aparecida Zanetti (UFPR) 3) Palestra de encerramento: "Juventudes na EJA", com a Profa. Mônica Sacramento (Pesquisadora colaboradora do Programa de Educação sobre o Negro na Sociedade Brasileira - PENESB/UFF e coordenadora de projetos da ONG Criola-RJ).
Ao longo dos três dias, circulou um Abaixo Assinado a ser encaminhado à nova governadora do Estado, profa. Fátima Bezerra, com uma avaliação do atual estado da EJA no RN e a defesa de ações voltadas à promoção do direito à EJA no nosso Estado (acessível para assinaturas no link: https://peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR108827).



domingo, 16 de dezembro de 2018

Grupo EJA em Movimento reúne-se para avaliar atividades de 2018 e pensar 2019

Próximo dia 19 de dezembro, às 14h30min, na sala Multimeios 1, no Centro de Educação da UFRN, será realizada a última reunião do ano de 2018, do Grupo EJA em Movimento.
Na reunião - que é aberta a quem quiser participar - deverá acontecer uma avaliação das atividades de todo o ano de 2018, inclusive o IV Encontro de Educação de Jovens e Adultos, realizado entre 28 e 30 de novembro próximo passado, e serão levantadas questões para se encaminhar a proposta de continuidade do projeto em 2019.
Por isso, é muito importante a presença tanto daqueles que acompanharam as atividades ao longo deste ano, como daqueles que nunca vieram, mas participaram do IV Encontro e/ou têm ideias para 2019.
O projeto tem como característica principal ser formatado pelos próprios participantes em seu próprio caminhar, assim, a participação de quem tiver interesse nas questões da EJA é absolutamente bem vinda.

Grupo EJA em Movimento avalia 2018

No último dia 19 de dezembro, o Grupo EJA em Movimento fez sua última reunião do ano, momento em que se avaliou o trabalho desenvolvido dura...